Buscar
  • mostratrash

Os premiados da CRASH


Parabéns aos ganhadores e também aos demais participantes. Vocês deixaram nossa Mostra ainda mais Fantástica.


Lembrando que ainda dá para conferir os filmes premiados e todos os demais, de forma online e gratuita, na Darkflix. Mas corre porque é só até meia-noite.


Confira a seguir a defesa do júri, composto por Geórgia Cynara, Luciano de Miranda e Thaís Vieira, dos filmes vencedores da 13ª CRASH:


Pelo contraponto da crueza das imagens com a beleza da poesia não piedosa de marginais como Roberto Piva, na evocação de tempos memoráveis do cinema brasileiro, em especial o praticado na Boca do Lixo, em São Paulo, e o cinema experimental de Maya Deren sem cair no clichê das referências perdidas. Pela exploração magistral do conceito baixo/cima, pela expressão do desespero da metrópole, e ao mesmo tempo, do amor, amizade e apoio entre os excluídos. Pelas experimentações estéticas, poéticas e sensoriais do cinema de invenção. Pelo final apoteótico, reafirmando que a cidade é do povo, concedemos o prêmio de Melhor Longa-Metragem a A Cidade dos Abismos (Priscyla Bettim e Renato Coelho, Brasil).


Pelo sensível retrato da guerra, evocando/subvertendo o mito do vampiro. Pela homenagem aos clássicos do horror por meio de um cinema artesanal de rico repertório, concedemos o Prêmio de Melhor Curta-Metragem Estrangeiro a Eva wakes up (Daria Verevkina, Rússia).


Pela expressão da fúria da revolta em estado bruto. Pela denúncia da violência do poder contra o povo brasileiro. Pela convocação à resistência por meio das impressionantes pinturas que compõem o filme, concedemos o prêmio de Melhor Animação a Barbara Balaclava (Thiago Martins de Melo, Brasil).


Pela abordagem distópica e ao mesmo tempo sensível de temas como a memória, a morte, a sensibilidade e tudo que nos torna humanos. Pela crítica à desumanização, à escravização do tempo e da consciência humanos em benefício de um sistema abstrato e vigilante. Pelo trabalho impressionante da direção de arte, da atuação, da fotografia e da direção no tratamento dado ao filme, concedemos o prêmio de Melhor Curta-Metragem Brasileiro a Ex-humanos (Mariana Porto, Brasil).





34 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo